Data: 27/05/2022 09:38 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

Capital promove dia de cuidado integral à saúde de pessoas com diabetes neste sábado (28)

Avança Saúde Diabetes será realizado em todas as UBSs de São Paulo das 8h às 17h; programação conta com exames, atendimentos médicos, aplicação de vacinas, entre outros


Diabetes
Diabetes

Crédito: Marcelo Camargo - Agência Brasil

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza neste sábado (28) o Avança Saúde Diabetes em todas as 470 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade. A ação, alinhada com o programa educativo de cuidado integral de pessoas insulinodependentes, ocorrerá das 8h às 17h.

O Avança Saúde Diabetes tem o objetivo de intensificar a assistência à saúde dos munícipes com diabetes mellitus assistidos pelo Programa de Automonitoramento Glicêmico (PAMG), no contexto pós-pandêmico. De acordo com a Área Técnica de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs) da Coordenadoria de Atenção Básica, cerca de 124 mil munícipes são assistidos pelo PAMG na cidade de São Paulo.  

Ao longo de todo o dia, haverá acolhimento pelas equipes de saúde das UBSs, com aferição da pressão arterial, medidas de peso, altura, cálculo do índice de massa corporal (IMC) e circunferência abdominal, avaliação pelo enfermeiro dos pacientes insulinodependentes, encaminhamento para consultas de enfermagem e médica, se necessário, além de orientação quanto ao uso racional de medicamentos, nutrição, entre outros.

A iniciativa, realizada por meio da Secretaria-executiva de Atenção Básica, Especialidades e Vigilância em Saúde (Seabevs) da SMS, faz parte das ações de promoção à saúde e combate às DCNTs realizadas ao longo dos meses de abril e maio na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) da capital.

As UBSs participantes da programação também promoverão rodas de conversa sobre Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics), aplicação de vacinas, avaliação odontológica para identificação dos problemas bucais mais comuns em pessoas com diabetes e orientação sobre a importância do automonitoramento da glicemia com busca ativa pelos agentes comunitários de saúde.

"A nova edição do Avança Saúde vem para intensificar a atenção a quem vive com diabetes mellitus na capital, ofertando informação e cuidado com foco na prevenção de complicações crônicas da doença. Nosso intuito é maximizar os recursos disponíveis na rede municipal a ponto de a pessoa com diabetes promover autocuidado integral, assistido por profissionais de diferentes especialidades da Atenção Básica”, diz a secretária-executiva da Seabevs, Sandra Sabino. 

Viva a vida com diabetes

Essa edição do Avança Saúde ocorre após o lançamento do “Viva a vida com diabetes”, no último dia 18, programa de promoção à saúde de pessoas com diabetes mellitus da capital paulista por meio de ações educativas com foco na prevenção das complicações crônicas.  

O programa é resultado de um projeto-piloto bem-sucedido desenvolvido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Waldomiro Pregnollato, entre os anos 2000 e 2017, com o objetivo de conscientizar pessoas que vivem com diabetes sobre o que é a doença e quais as consequências para quem não realiza o controle adequado dos níveis glicêmicos.  

A iniciativa, que conta com uma cartilha de educação nutricional e de estilo de vida, ocorre por meio de quatro etapas, e tem na Escola Municipal da Saúde (EMS) o suporte para capacitação de profissionais da rede SUS de São Paulo no cuidado integral de pacientes insulinodependentes. 

As UBSs de São Paulo e as demais unidades de saúde da capital podem ser encontradas por meio da plataforma Busca Saúde no endereço: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/.

 A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza neste sábado (28) o Avança Saúde Diabetes em todas as 470 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade. A ação, alinhada com o programa educativo de cuidado integral de pessoas insulinodependentes, ocorrerá das 8h às 17h.

O Avança Saúde Diabetes tem o objetivo de intensificar a assistência à saúde dos munícipes com diabetes mellitus assistidos pelo Programa de Automonitoramento Glicêmico (PAMG), no contexto pós-pandêmico. De acordo com a Área Técnica de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs) da Coordenadoria de Atenção Básica, cerca de 124 mil munícipes são assistidos pelo PAMG na cidade de São Paulo.  

Ao longo de todo o dia, haverá acolhimento pelas equipes de saúde das UBSs, com aferição da pressão arterial, medidas de peso, altura, cálculo do índice de massa corporal (IMC) e circunferência abdominal, avaliação pelo enfermeiro dos pacientes insulinodependentes, encaminhamento para consultas de enfermagem e médica, se necessário, além de orientação quanto ao uso racional de medicamentos, nutrição, entre outros.

A iniciativa, realizada por meio da Secretaria-executiva de Atenção Básica, Especialidades e Vigilância em Saúde (Seabevs) da SMS, faz parte das ações de promoção à saúde e combate às DCNTs realizadas ao longo dos meses de abril e maio na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) da capital.

As UBSs participantes da programação também promoverão rodas de conversa sobre Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics), aplicação de vacinas, avaliação odontológica para identificação dos problemas bucais mais comuns em pessoas com diabetes e orientação sobre a importância do automonitoramento da glicemia com busca ativa pelos agentes comunitários de saúde.

"A nova edição do Avança Saúde vem para intensificar a atenção a quem vive com diabetes mellitus na capital, ofertando informação e cuidado com foco na prevenção de complicações crônicas da doença. Nosso intuito é maximizar os recursos disponíveis na rede municipal a ponto de a pessoa com diabetes promover autocuidado integral, assistido por profissionais de diferentes especialidades da Atenção Básica”, diz a secretária-executiva da Seabevs, Sandra Sabino. 

Viva a vida com diabetes

Essa edição do Avança Saúde ocorre após o lançamento do “Viva a vida com diabetes”, no último dia 18, programa de promoção à saúde de pessoas com diabetes mellitus da capital paulista por meio de ações educativas com foco na prevenção das complicações crônicas.  

O programa é resultado de um projeto-piloto bem-sucedido desenvolvido na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Waldomiro Pregnollato, entre os anos 2000 e 2017, com o objetivo de conscientizar pessoas que vivem com diabetes sobre o que é a doença e quais as consequências para quem não realiza o controle adequado dos níveis glicêmicos.  

A iniciativa, que conta com uma cartilha de educação nutricional e de estilo de vida, ocorre por meio de quatro etapas, e tem na Escola Municipal da Saúde (EMS) o suporte para capacitação de profissionais da rede SUS de São Paulo no cuidado integral de pacientes insulinodependentes. 

As UBSs de São Paulo e as demais unidades de saúde da capital podem ser encontradas por meio da plataforma Busca Saúde no endereço: http://buscasaude.prefeitura.sp.gov.br/.


Comente aqui