Data: 11/10/2021 10:55 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

Ex-aluno da rede estadual está entre os finalistas do prêmio Global Student Prize

Alex Santiago estudou na Escola Estadual Professora Julieta Guedes de Mendonça e concorre à premiação com o projeto "Combate ao Bullying nas escolas e a importância do Protagonismo Jovem"


Crédito: Reprodução

Superando 3,5 mil indicações de projetos, entre 94 países, o agora pedagogo Alex Santiago está entre os 50 finalistas do Global Student Prize. O ex-aluno da Escola Estadual Professora Julieta Guedes de Mendonça, em Dracena, concorre à premiação estudantil com o projeto "Combate ao Bullying nas escolas e a importância do Protagonismo Jovem"

Esse Prêmio, considerado o ‘Nobel’ dos estudantes, é aberto a todos os alunos com pelo menos 16 anos de idade e matriculados em uma instituição acadêmica ou programa de treinamento e habilidades. Alunos matriculados em cursos online também são elegíveis à premiação.

Os 10 finalistas que participarão da cerimônia e entrega de premiação, em novembro, que chega ao valor de 100 mil dólares, serão anunciados no dia 13 de  outubro. Nesta expectativa de ir para o evento em Paris, Alex comentou sobre a importância de incentivos como este para a educação. “Acredito que a educação abre muitas portas e pode impulsionar estudantes do mundo todo ao centro dos seus sonhos. Valorizar a pessoa humana, na sua individualidade é dar espaço para mostrar o que ela tem a ensinar, é o que pode nos inspirar.”

Lila Thomas, coordenadora do Chegg.org, instituição que organiza o evento e que incentiva projetos para resoluções para o futuro da educação no mundo, exaltou os finalistas: “Nossos finalistas deste ano tiveram um grande impacto em áreas que vão do meio ambiente à igualdade e justiça, da saúde e bem-estar à educação e habilidades, do empoderamento dos jovens ao fim da pobreza. Ficamos tão inspirados pelas realizações desses alunos extraordinários em todo o mundo que se inscreveram para o vencedor Global Student Prize, que a Chegg decidiu dobrar o valor do prêmio para 100 mil dólares. ”

Direto de Dracena para o mundo

Alex Santiago não se orgulha só por ser finalista do Global Student Prize, mas pela importância do seu projeto no cotidiano dos jovens.

“Quando adentrei o tema ‘Combate ao Bullying nas Escolas’ notei o incômodo de alguns alunos. Era perceptível que muitos deles já presenciaram alguma situação daquelas nas quais eu descrevi. Houve um elo, uma ligação muito forte, pois eu só iniciei esse projeto de combate ao bullying por ter sido vítima desse mal”, relatou Santiago, feliz por ter a possibilidade de transmitir suas experiências com os alunos.

Estas experiências, além da Julieta Guedes de Mendonça,  já passaram pelas salas de aula da Escola Engenheiro Isac Pereira Garcez, Escola Estadual 9 de Julho, em Dracena, e a Escola Municipal Leônidas Ramos de Oliveira e a Escola Estadual Léa Aparecida Viera Guedes, em Tupi. Sendo uma troca muito importante de histórias e temas abordados.

Atualizando este tour, Alex Santiago participou nesta sexta-feira (08) no evento que anunciou as novas escolas estaduais que se tornarão PEI em 2022 e foi homenageado pelo Secretário de Educação, Rossieli Soares.

“Devo dizer que o Alex, é uma inspiração para todos os jovens que sonham e buscam um futuro melhor para educação. Tenho muito orgulho de recebê-lo e prestar esta homenagem para quem pensa como podemos melhorar o ensino em todos os sentidos”, comentou Rossieli Soares.

Na próxima quarta-feira (13), ele participa de uma aula de Projeto de Vida no CMSP às 16h30, nos canais do Ensino Médio, onde vai falar sobre sua trajetória e os motivos que o levaram a compor este projeto para educação.

Critérios dos selecionados

Os alunos que se inscrevem para o Prêmio Aluno Global serão avaliados por seu desempenho acadêmico, impacto em seus colegas, como eles fazem a diferença em sua comunidade e além, como superam as probabilidades de sucesso, como demonstram criatividade e inovação e como operam como cidadãos globais.

O vencedor será escolhido por uma comissão composta por especialistas em educação, comentaristas, jornalistas, funcionários públicos, empresários de tecnologia, diretores de empresas e filantropos de todo o mundo.

Comente aqui