Data: 04/12/2020 18:59 / Autor: Redação / Fonte: Assessoria

Fest.AR resgata artes apagadas de São Paulo com realidade aumentada

Festival conta com a participação de 13 artistas da cena urbana. Prila Maria, conhecida por sua arte no Grande ABC, é co-curadora da iniciativa


Crédito: Luís Bueno

São Paulo recebe a primeira edição do Fest.AR - Graffitis Apagados de São Paulo, evento de realidade virtual inédito na América Latina. A iniciativa busca resgatar obras de 13 artistas de diferentes linguagens da cena independente que marcaram a vida cultural da cidade nas últimas quatro décadas.

Com o aplicativo Fest.AR será possível resgatar artes dos mais diferentes estilos, como personas, lambe-lambe, escrita de rua, bomb, serigrafia e estêncil, em pontos da Avenida Paulista, Rua da Consolação e centro, que foram apagadas ao longo dos anos. O aplicativo indicará os antigos grafittis por geolocalização. Basta direcionar o celular para o local indicado e visualizar a obra que já esteve ali, fotografá-la e/ou filmá-la.

Idealizado pela artista multimídia Giovanna Graziosi Casimiro, o festival traz ainda curadoria da produtora cultural Vera Santana de SBC, que convidou Prila Maria como co-curadoria e realização da MOVA.

Prila, conhecida por sua arte no Grande ABC e criadora do Selo 100 Rostos, foi responsável por todo o processo de pesquisa sobre a estética da escrita de rua, catalogação e convite para 3 protagonistas mulheres que atuam neste segmento na região:  Loba Gi; Sujeitas; e OPS (Vismoart); além do Subtu, que embora seja um artista do graffiti que faz personas, despertou a atenção de Prila por sua interlocução no movimento da Letra.

O festival conta ainda com as obras de 6emeia, Jaime Prades, Bueno Caos, Mauro Neri, Nina Pandolfo, Nove, SHN, Tinho e Rui Amaral.

“Tenho pesquisado e trabalhado para inserir e evidenciar os artistas da Letra nas produções culturais de SP e do Grande ABC, além de buscar introduzir o diálogo sobre o tema com lideranças e poder público. Participar do Fest.AR é uma conquista importante para o movimento”, explica Prila Maria.

Redes do Fest.AR

Instagram: www.instagram.com/_fest.ar/

Site: www.festar.art.br

O aplicativo Fest.AR está disponível na Google Play desde 28/11 e, a partir de 15/12, na Apple Store.

Comente aqui