Data: 30/08/2021 16:05 / Autor: Redação / Fonte: CPS

Nove projetos de oito Etecs chegam à final do Hackathon Acadêmico

Finalistas são de unidades da Capital, Itatiba, Jundiaí, Marília, Novo Horizonte, Ourinhos e São José dos Campos


Ao todo, 38 projetos participaram da quarta edição do desafio e surpreenderam pela criatividade
Ao todo, 38 projetos participaram da quarta edição do desafio e surpreenderam pela criatividade

Crédito: Reprodução

A equipe da Robótica Paula Souza anunciou na última sexta-feira (27) os projetos finalistas da quarta edição do Hackathon Acadêmico. Ao todo, são nove trabalhos desenvolvidos por grupos de alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Abdias do Nascimento (Capital), Antonio Devisate (Marília),  Irmã Agostina (Capital), Jacinto Ferreira de Sá (Ourinhos), Professora Ilza Nascimento Pintus (São José dos Campos),  Professora Marinês Teodoro de Freitas Almeida (Novo Horizonte), Vasco Antonio Venchiarutti (Jundiaí) e Rosa Perrone Scavone (Itatiba).

O desafio da competição consiste em criar soluções que atendam a alguns Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que fazem parte da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU): ODS 5 (Igualdade de Gênero), ODS 7 (Energia Acessível e Limpa) e ODS 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes).

A organização do torneio recebeu 38 projetos e se surpreendeu com os resultados. "Percebemos uma melhoria significativa em relação à parte de pesquisa. Muitos grupos trouxeram dados comparativos sobre o produto, deram embasamento teórico às propostas e houve um capricho muito grande quanto ao design do projeto", conta Andreia de Cassia dos Santos, membro da equipe da Robótica Paula Souza e professora da Etec Professor Luiz Pires Barbosa, de Cândido Mota.

A partir desta semana, começa o período de mentorias. Ao todo, 18 profissionais farão o papel de mentores voluntários e ajudarão os estudantes a aperfeiçoar as soluções que eles já desenvolveram. Cada equipes conversará com três profissionais "Com sua experiência, os mentores vão assessorar as equipes na tomada das melhores decisões", afirma o coordenador da Robótica Paula Souza.  "Mas, além de falarem de seus projetos, os alunos vão poder fazer network e tirar dúvidas sobre a carreira que eles pretendem seguir", explica Souza.

Em 30 de outubro, os grupos entregam a versão aperfeiçoada de seus trabalhos. No dia 16 de novembro haverá uma apresentação e no dia 17, a premiação. Conheça os finalistas aqui.

Comente aqui