Data: 26/10/2021 11:45 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

SP terá duas novas unidades do Bom Prato na Zona Sul

Capital passará a contar com 25 unidades do programa. A 23ª foi entregue nesta terça-feira (26) em Cidade Dutra


Bom Prato
Bom Prato

Crédito: Divulgação - Prefeitura de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo, em parceria com o Governo do Estado, assinou nesta terça-feira (26) o autorizo que dará início às obras de mais duas unidades do Bom Prato na Zona Sul, em Parelheiros e no M’Boi Mirim, que terão administração conjunta.

“Com esses dois novos equipamentos que serão construídos, a cidade de São Paulo passará a contar 25 unidades do Bom Prato. Um trabalho para oferecer uma boa comida, com um local adequado para que a pessoa possa se sentar, higienizar as mãos e fazer uma boa refeição. Um esforço conjunto da Prefeitura com o Governo do Estado”, disse o prefeito Ricardo Nunes.

Conforme anunciado no início deste mês, o investimento estadual é de R$ 2 milhões. Cada unidade vai servir 1.500 refeições diárias, sendo 1.200 almoços e 300 cafés da manhã.

“Nós, do Estado, não tínhamos mais condições de avançar com novos restaurantes na cidade de São Paulo, mas o prefeito Ricardo Nunes afirmou que a Prefeitura seria a nossa parceira daqui para frente. Então estamos juntos assinando o início dessas obras”, disse o governador em exercício, Rodrigo Garcia. A previsão é que os novos equipamentos sejam entregues em 2022.

O Bom Prato é o maior programa de restaurantes populares da América Latina, com 59 restaurantes em todo o Estado. Durante a pandemia, o Governo do Estado implementou diversas medidas nesse serviço para garantir a segurança alimentar da população em maior vulnerabilidade social. Entre elas, a gratuidade das refeições para a população em situação de rua e oferta de jantares na rede Bom Prato, iniciativas que foram prorrogadas até 31 de dezembro.

Bom Prato Cidade Dutra

A assinatura de hoje ocorreu durante a inauguração do Bom Prato Cidade Dutra, também na Zona Sul. A nova unidade servirá 1.500 refeições diárias (1.200 almoços e 300 cafés), com investimento estadual anual de R$ 2,3 milhões.

“Estamos apoiando a população que mais precisa com segurança alimentar, matando a fome e oferecendo oportunidade de um alimento saudável”, disse Garcia.

O prefeito também destacou a importância deste equipamento. “Não é só mais uma unidade do Bom Prato. É um equipamento que vai oferecer 1.500 alimentações por dia. Portanto um equipamento que tem quantidade e qualidade”.

“Essa nova unidade do Bom Prato é de grande valia para a Zona Sul da capital, região de alta vulnerabilidade social, e a nossa gestão é sensível e comprometida em garantir a segurança alimentar da população mais fragilizada”, destaca a secretária estadual de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Prefeitura e Estado presentes na região

O prefeito Ricardo Nunes também lembrou os esforços das duas esferas de governo para garantir maior infraestrutura e desenvolvimento aos moradores da Zona Sul da cidade, como a entrega dos primeiros 560 apartamentos no Conjunto Residencial Chácara do Conde – Bruno Covas, na Vila Natal. A parceria também garantirá a construção de mais 3.116 apartamentos na região, além da entrega da extensão da linha da CPTM, da construção da UBS Cidade Dutra, já licitada, e da inauguração da UPA Parelheiros, prevista para ser entregue ainda neste ano.


Bom Prato
Bom Prato

Crédito: Divulgação - Prefeitura de São Paulo

Comente aqui