Data: 23/06/2022 09:28 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de São Paulo

Em SP, vacinação de Covid-19, gripe, poliomielite e sarampo prosseguem

Pessoas com mais de 45 anos podem tomar segunda dose adicional contra o coronavírus; contra a gripe, todos com mais de seis meses estão aptos


Vacinação
Vacinação

Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil

Nesta quinta-feira (23), a rede municipal prossegue com as campanhas de vacinação contra a Covid-19, gripe, sarampo e poliomielite.

Para receber os imunizantes, basta procurar uma das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas, das 7h às 19h, além dos megapostos, das 8h às 17h.

Na vacinação contra o coronavírus, estão elegíveis para a terceira dose adicional (DA3) pessoas imunossuprimidas com mais de 50 anos, desde que tenham tomado a segunda dose adicional (DA2) há pelo menos quatro meses. O mesmo critério vale para a DA2, que a partir de hoje é estendida para as pessoas com mais de 45 anos de idade.

Para quem tomou a primeira dose com a vacina da Janssen, novas doses estão disponíveis, observados os seguintes critérios: pessoas com mais de 18 anos de idade podem tomar a segunda dose de reforço (terceira aplicação), desde que tenham recebido a primeira dose de reforço (segunda aplicação) há pelo menos quatro meses.

Para quem tem mais de 40 anos também estará disponível a terceira dose de reforço (quarta aplicação), observado o mesmo prazo. Mulheres que estejam grávidas ou puérperas deverão receber exclusivamente imunizantes Pfizer ou Coronavac; para gestantes e puérperas que estejam imunossuprimidas, a indicação é para que tomem exclusivamente o imunizante da Pfizer.

Vale destacar que o imunizante contra a Covid-19 também está disponível para as crianças de 5 a 11 anos de idade. Adolescentes de 12 a 17 anos já podem receber a dose de reforço do imunizante, desde que tenham tomado a segunda dose há pelo menos quatro meses

Vacina contra a gripe

No caso da vacina da gripe, ela está disponível para toda a população da capital com idade acima de seis meses de idade. O objetivo, com a chegada do inverno, é atingir 90% de cobertura vacinal com este imunizante.

Vacina contra sarampo e poliomielite

Podem receber o imunizante contra sarampo as crianças acima de seis meses e menores de cinco anos, profissionais de saúde e nascidos a partir de 1960.

No caso da poliomielite, estão aptas para a vacina as crianças menores de cinco anos, sem histórico vacinal ou com esquema vacinal incompleto. Isso vale para viajantes, imigrantes e refugiados de países endêmicos ou em surto. Os dois imunizantes estão sendo aplicados nas UBSs e AMAs/UBSs Integradas.

As doses contra sarampo e Covid-19 não podem ser aplicadas no mesmo dia para crianças entre 5 e 11 anos de idade. Dessa forma, o imunizante contra Covid-19 deve ser priorizado e, após um período de 15 dias, a vacina do sarampo pode ser aplicada.

Serviço - Vacinação na capital

23 de junho de 2022 (quinta-feira)

Megapostos: Vacinação adolescentes e adultos - Funcionamento das 8h às 17h.

Unidades Básicas de Saúde (UBSs): Vacinação crianças de 5 a 11 anos de idade, adolescentes e adultos - Funcionamento das 7h às 19h.

AMAs/UBSs Integradas: Vacinação crianças de 5 a 11 anos de idade, adolescentes e adultos - Funcionamento das 7h às 19h.

Os endereços dos postos podem ser consultados na página Vacina Sampa.

Comente aqui