Data: 01/07/2022 17:15 / Autor: Redação / Fonte: Secretaria de Cultura e Economia Criativa

"Série Arte no Outono" cria novo circuito cultural em Campos do Jordão

Com ingressos a preços populares, a iniciativa reuniu grandes nomes da MPB em dez espetáculos que, somados, receberam 6.817 espectadores


Auditório Claudio Santoro
Auditório Claudio Santoro

Crédito: Divulgação

A primeira edição da “Série Arte no Outono – Campos: cores e cantos”, uma realização do Auditório Claudio Santoro, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari, em Campos do Jordão (SP), foi sucesso de público e ainda criou um novo circuito cultural na região do Vale da Mantiqueira. Os ingressos foram vendidos a preços populares, sendo R$ 80 a inteira e R$ 40 a meia entrada.  

Ao longo da série, foram dez espetáculos com grandes nomes da Música Popular Brasileira que, somados, receberam 6.817 espectadores. Foram executadas 205 músicas em mais de 17 horas de apresentações com Paulinho da Viola & Família, Maria Rita, Zeca Baleiro, Sandra de Sá, Alceu Valença, Zélia Duncan & Paulinho Moska, Renato Teixeira & Yassir Chediak, Chico Cesar & Geraldo Azevedo, Lenine & Bruno Giorgi e Gal Costa. 

Com tamanho sucesso, a “Série Arte no Outono – Campos: cores e cantos” até ganhou um espaço exclusivo dentro do site do Museu Felícia Leirner/Auditório Claudio Santoro (www.museufelicialeirner.org.br/4-estacoes), pelo qual é possível conferir os melhores momentos da primeira edição e ainda acompanhar informações sobre as próximas edições do projeto. 

“Esse evento foi muito importante para a retomada da economia, não só em Campos do Jordão, mas em toda a região. Agora, isso já faz parte do calendário. Quando pensamos nesse evento, no ano passado, o intuito era mesmo acelerar a retomada econômica da região”, afirma o Secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão.  

Para Angelica Fabbri, diretora executiva da ACAM Portinari, a “Série Arte no Outono – Campos: cores e cantos” não só reconheceu e valorizou a obra de grandes artistas da nossa MPB, como facilitou o acesso do público a esses espetáculos. “Ficou consolidado esse novo circuito musical que vai continuar gerando oportunidades e fortalecendo o turismo e a economia de Campos do Jordão e do Vale do Paraíba”, diz. 

Espaço diferenciado

Localizado em um complexo de Mata Atlântica preservada, de paisagem exuberante, o Auditório Claudio Santoro é considerado um dos espaços de cultura e entretenimento mais importantes do Brasil e da América Latina. E não apenas por sua amplitude, conforto, arquitetura e beleza, mas também pela qualidade acústica e por ser a casa do tradicional “Festival de Inverno de Campos de Jordão”, entre outros espetáculos. 

Estações do ano

Além do tradicional “Festival de Inverno”, mais recentemente, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo, também em parceria com a Fundação OSESP, criou o “Festival de Verão”, que teve sua primeira edição em 2022, com apresentações de música instrumental popular e clássica contemporânea, e foco na inclusão e diversidade. Seguindo esse conceito, a “Série Arte no Outono”, desta vez em parceria com a ACAM Portinari, contempla mais uma estação do ano. E vem aí a “Série Arte na Primavera”, que terá sua programação divulgada em breve. 

“O objetivo é levar música e evento de qualidade para o público. O Festival de Inverno é voltado para a música clássica. E, com o Festival de Verão, entre janeiro e fevereiro, e o Festival de Primavera, entre setembro e novembro, a região vai ter eventos turísticos importantes durante o ano todo”, anuncia Sérgio Sá Leitão. 

“Série Arte no Outono – Campos: cores e cantos”

Realização: 

Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo de São Paulo 

ACAM Portinari

Auditório Claudio Santoro

Museu Felícia Leirner 

Apoio Cultural:

Prefeitura Municipal de Campos do Jordão

TV Vanguarda (Afiliada à Rede Globo de Televisão)

Quebra Noz Hotel Boutique

Comente aqui