Data: 23/02/2021 06:53 / Autor: Redação ABCdoABC / Fonte: Estadão Conteúdo

Governo Bolsonaro tem 72 horas para explicar mudança no comando da Petrobrás

Juiz pede manifestação “Concisa e Objetiva” sobre a troca no comando da estatal atendendo pedido de liminar em uma ação popular que questiona a troca anunciada da presidência


No despacho em que dá 72 horas para que o governo federal explique a mudança no comando da Petrobrás, o juiz André Prado Vasconcelos, da 7ª Vara Federal Cível de Minas Gerais, pede que o governo mostre "de forma concisa e objetiva, as razões e argumentos que entender pertinentes e relevantes à discussão da causa". A posição do juiz visa atender pedido de liminar em uma ação popular que questiona a troca da presidência da estatal, anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Na sexta-feira, 19, Bolsonaro indicou o general Joaquim Luna e Silva para presidência da Petrobras, no lugar de Roberto Castello Branco. A troca depende da autorização do conselho da companhia, o que é citado por Vasconcelos no despacho. "Por oportuno, destaco que, conforme amplamente divulgado pelos veículos de comunicação, a aprovação do indicado para a presidência da Petrobras depende de deliberação do respectivo Conselho de Administração, ainda não ocorrida", relata.

O magistrado informa também que a manifestação prévia ocorrerá, "exclusivamente, para fins de análise do pedido de liminar, sem prejuízo de futura citação e consequente abertura de prazo para contestação", conclui.

Troca de comando depende da autorização do conselho da companhia
Troca de comando depende da autorização do conselho da companhia

Crédito: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Comente aqui