Data: 23/05/2022 19:49 / Autor: Redação / Fonte: GSK

GSK faz parceria com eureciclo para compensar 100% das embalagens produzidas em 2021

A meta é que a cada produto vendido uma outra embalagem equivalente seja reciclada; a estimativa é realizar a compensação de mais de 3 mil toneladas de material


A GSK Consumer Healthcare (CH) anunciou uma parceria com a eureciclo, maior certificadora de logística reversa de embalagens do Brasil, para zerar o impacto das suas embalagens a partir desse ano. A certificadora utiliza o conceito de compensação ambiental para destinar à reciclagem uma massa de resíduos equivalente (mesmo peso e material) às produzidas pela companhia. 

A iniciativa segue alinhada com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que determina que a meta mínima de logística reversa das embalagens geradas pelas empresas seja de 22%. No caso da GSK CH, a iniciativa vai além da legislação e serão compensados 100% dos materiais. Ou seja, para cada embalagem vendida, outra igual será reaproveitada. “Optamos por seguir com o modelo de 100% de compensação porque acreditamos no impacto positivo que essa iniciativa vai gerar ao meio ambiente e às pessoas envolvidas nesse processo. Serão 3.000 toneladas de resíduos encaminhados corretamente e devolvidos ao ciclo produtivo, o equivalente a 12.000 caixas d’água de 1000L, afirma Yanir Karp, Gerente Geral para operação no Brasil. 

A compensação será realizada nos 26 estados brasileiros, incluindo Distrito Federal, e contempla embalagens de produtos e materiais de marketing. “Somos uma empresa focada na saúde do consumidor e, para continuar entregando a melhor saúde todos os dias, com humanidade, é preciso agir com responsabilidade social e ambiental”, conclui Yanir. 

“Ainda temos, no mundo, uma longa jornada pela sustentabilidade. Por isso, unir forças é fundamental. Parcerias como essa são capazes de ampliar os resultados, tanto ambientais quanto sociais. O volume de materiais que será retirado da natureza com essa iniciativa é uma prova de que devemos agir juntos”, explica Carlos Eduardo D. Porto - Gerente de Novos Negócios na eureciclo.

Crédito: Divulgação

Comente aqui