Data: 21/09/2020 20:01 / Autor: Izabel Rufino / Fonte: Agência Brasil

Em julho, percentual de brasileiros em home office registra queda

A diminuição no índice foi de 11,7%, situação que auxiliou no aumento de brancos e mulheres no trabalho remoto


Segundo uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta segunda-feira (21), cerca de 300 mil pessoas deixaram o home office em julho, o que representa uma queda de 12,7% para 11,7% no percentual de brasileiros trabalhando em casa.

Ainda segunda a pesquisa, em maio, 63,7% dos trabalhadores em home office eram brancos, percentual que aumentou para 63,8% em junho, bem como, para 64,5% em julho. Já entre a população preta e perda, o percentual estava em 34,3% em maio, indo para 34,4% em julho, mas caindo para 33,8% em julho. Estes dados mostram que, com a redução no teletrabalho, aumentou a participação de brancos que continuam trabalhando em casa.

Outro índice revela que as mulheres eram, em maio, 53,6% dos trabalhadores em regime home office, subindo para 55,5% em junho, e para 55,7% em julho. Neste caso, é possível observar que a redução no home office aumentou o número de mulheres que permanecem trabalhando de casa.

Entre as regiões, as unidades da federação com maior percentual de teletrabalho são:
·         Distrito Federal (25,2);
·         Rio de Janeiro (19,1%);
·         São Paulo (16,8%);
·         Paraíba (12,7%).

Entre as categorias de profissionais trabalhando no regime home office, a maioria é do ramo de ciências e intelectuais (51%), além de trabalhadores de apoio administrativos (11%), técnicos profissionais de nível médio (9%) e diretores e gerentes (8%).

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Comente aqui