Data: 16/05/2022 15:24 / Autor: Redação / Fonte: Stock Car

Punição faz Maurício perder pódio em etapa da Stock Car; Casagrande é o líder da tabela

Ricardo Maurício foi desclassificado em razão de uma irregularidade sobre um dos pneus usados na etapa do Velocitta, no último domingo


Ricardo Maurício perdeu pódio e 20 pontos logrados na Corrida 2
Ricardo Maurício perdeu pódio e 20 pontos logrados na Corrida 2

Crédito: Duda Bairros/Stock Car

Em vistoria técnica realizada depois do desfecho da etapa do Velocitta, a quarta da temporada 2022 da Stock Car, no último domingo (15 de maio), comissários técnicos da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo) constataram uma irregularidade em um dos pneus do carro do tricampeão Ricardo Maurício. Segundo a entidade, um pneu slick traseiro direito do carro #90 estava listado para o carro #29, de Daniel Serra, companheiro de equipe de Ricardinho na Eurofarma-RC. Maurício foi desclassificado e perdeu o pódio conquistado na Corrida 2 em Mogi Guaçu e os 20 pontos marcados.

Na decisão tomada pelos comissários desportivos, o fato mencionado foi que o carro #90 estava em desacordo com o artigo 13, que diz sobre os pneus, no Regulamento Particular da Prova (RPP). “O pneu slick traseiro direito do carro de numeral #90 estava identificado com o código de barras 5901874928, sendo que o mesmo estava lacrado como pertencente ao carro #29 (Daniel Serra). Sendo assim, o pneu utilizado pelo #90 não fazia parte da relação dos 16 pneus disponíveis para o mesmo”.

Desta forma, os comissários desportivos optaram por desclassificar Ricardo Maurício e aplicar multa de 25 UPs (unidade padrão estabelecida pela CBA), que deverá ser quitada até o início da primeira atividade oficial em que o competidor for participar.

Equipe promete recorrer — Multicampeã da Stock Car, a Eurofarma-RC questiona a punição. “Ficamos surpresos porque a equipe faz todas as anotações de numeração dos pneus com muito critério, por isso, não sabemos como pode ter acontecido. Em função disso, entendemos que é uma desclassificação injusta e já manifestamos a intenção de recorrer da decisão dos comissários”, disse Rosinei Campos, chefe da equipe.

A punição imposta a Ricardo Maurício não teve efeito prático na Corrida 1 no Velocitta, na qual o piloto finalizou em 27º e não pontuou. Entretanto, o tricampeão perdeu o segundo lugar conquistado na prova complementar do domingo. Desta forma, todos os pilotos abaixo do carro #90 subiram uma posição. Rubens Barrichello foi declarado segundo colocado, à frente de Bruno Baptista, que herdou um lugar no pódio. Tony Kanaan confirma seu melhor resultado na Stock Car, em quarto lugar, enquanto Diego Nunes subiu para quinto, seguido por Gaetano Di Mauro, Sergio Jimenez, Daniel Serra, Nelson Piquet Jr. e Gabriel Casagrande, que subiu para o top-10.

Mesmo após punição imposta a Maurício no Velocitta, Casagrande confirma volta à liderança do campeonato, com 128 pontos. Serra, que havia assumido a ponta após vitória no GP Galeão, agora é o vice-líder, com 127, enquanto Rubens Barrichello aparece em terceiro, com 102. Maurício caiu de quarto para sétimo e está atrás de Bruno Baptista, novo quarto colocado, com 84 pontos, 2 à frente de Gaetano Di Mauro, que fecha o top-5, seguido por Thiago Camilo, com 78. Ricardinho segue com 74, enquanto Ricardo Zonta, com 67, Guilherme Salas, com 66 e Cesar Ramos, com 65, completam a relação dos dez primeiros do campeonato.

A Stock Car volta a acelerar nos dias 2 e 3 de julho para uma rodada dupla no Autódromo Velopark, em Nova Santa Rita, Rio Grande do Sul.

Resultado final da Corrida 1 (dez primeiros):
1º - Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla), 20 voltas
2º - Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 3s356
3º - Felipe Lapenna (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze), a 4s116
4º - Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 5s519
5º - Guilherme Salas (KTF Racing/Chevrolet Cruze), a 7s243
6º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 8s855
7º - Nelson Piquet Jr. (Motul TMG Racing/Toyota Corolla), a 9s835
8º - Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 11s074
9º - Matías Rossi (A.Mattheis-Vogel/Toyota Corolla), a 11s471
10º - Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 11s789

Resultado final da Corrida 2 (dez primeiros):
1º - Matías Rossi (A.Mattheis-Vogel/Toyota Corolla), 18 voltas
2º - Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla), a 1s018
3º - Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla), a 1s766
4º - Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla), a 2s363
5º - Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze), a 3s639
6º - Gaetano Di Mauro (KTF Sports/Chevrolet Cruze), a 4s356
7º - Sergio Jimenez (Scuderia Chiarelli/Toyota Corolla), a 7s364
8º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze), a 8s150
9º - Nelson Piquet Jr. (Motul TMG Racing/Toyota Corolla), a 9s082
10º - Gabriel Casagrande (A.Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze), a 10s013

Classificação do campeonato após quatro etapas: (pontuação extraoficial):
1º - Gabriel Casagrande, 128 pontos
2º - Daniel Serra, 127
3º - Rubens Barrichello, 102
4º - Bruno Baptista, 84
5º - Gaetano Di Mauro, 82
6º - Thiago Camilo, 78
7º - Ricardo Maurício, 74
8º - Ricardo Zonta, 67
9º - Guilherme Salas, 66
10º - Cesar Ramos, 65
11º - Matías Rossi, 62
12º - Nelson Piquet Jr., 60
13º - Rafael Suzuki, 59
14º - Diego Nunes, 53
15º - Átila Abreu, 53
16º - Marcos Gomes, 51
17º - Tony Kanaan, 50
18º - Julio Campos, 49
19º - Allam Khodair, 45
20º - Galid Osman, 38
21º - Felipe Lapenna, 36
22º - Felipe Baptista, 35
23º - Felipe Massa, 34
24º - Sergio Jimenez, 33
25º - Denis Navarro, 31
26º - Cacá Bueno, 29
27º - Gianluca Petecof, 25
28º - Pedro Cardoso, 24
29º - Rodrigo Baptista, 13
30º - Lucas Foresti, 9
31º - Gustavo Frigotto, 3
32º - Thiago Vivacqua, 2

Comente aqui