Data: 29/10/2020 21:01 / Autor: Izabel Rufino / Fonte: Agência Brasil

Resultado da criação de empregos em setembro é o melhor em dez anos

Em contrapartida, no parâmetro anual, de janeiro até o mês passado, foram fechadas mais de 558 mil vagas


Setor que mais se destacou em setembro foi a indústria
Setor que mais se destacou em setembro foi a indústria

Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Segundo dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, esse é o segundo mês seguido que o país criou empregos formais. Em números exatos, no último mês foram abertos 313.564 postos de trabalho com carteira assinada.

Tendo em vista que o indicador mede a diferença entre contratações e demissões, esse foi o melhor resultado para setembro desde o início da séria história do Caged, em 2010. Os setores que mais criaram empregos foram: indústria (110.868 postos); serviços (80.481 postos); comércio (69.339 postos); construção (45.249 postos); e o grupo de agricultura, pecuária, produção florestas, pesca e aquicultura (7.751 postos).

Entre as regiões que mais criaram empregos com carteira assinada em setembro, é necessário dizer que todas registraram bons resultados. Sudeste ficou na liderança com 128.094 novos postos; Nordeste ficou em segundo com 85.336; na sequência vem o Sul com 60.319 vagas; o Norte vem logo depois com 20.640; por fim, está o Centro-Oeste com 19.194 oportunidades.

Por fim, mesmo com essa melhora mensal, no acumulado do ano o mercado segue sentindo o impacto da pandemia do novo coronavírus. Isso porque, de janeiro a setembro, foram fechadas 558.597 vagas, ou seja, o terceiro pior resultado para o período desde o início da séria histórica.

Comente aqui