Data: 23/10/2020 22:12 / Autor: Rejane Loureiro / Fonte: G1, Facebook, TSE

Diadema tem 13 candidatos à Prefeitura em 2020; saiba quem são

Diadema, segunda cidade mais populosa da Grande São Paulo e praticamente sem mais espaço para habitação, tem vários desafios a serem enfrentados pelo próximo prefeito


Os 13 candidatos à Prefeitura de Diadema
Os 13 candidatos à Prefeitura de Diadema

Crédito: Reprodução/TV Globo

Saiba quem são os candidatos:

Arquiteto David (PSC)
Ele afirmou que entrou na disputa eleitoral para quebrar a hegemonia dos grupos que ocuparam a prefeitura nos últimos 40 anos. Em 2016 ele foi eleito vereador pelo PV, ele se apresenta como alguém novo e com o histórico na cidade. Seu vice é  Teodozio Gregorio da Silva (Pastor Teodozio), de 69 anos.

Denise Ventrici (PRTB)
Uma das candidaturas femininas da cidade, Denise diz que há falta de gestão na cidade e se coloca como opção por já ter atuado como secretária do meio ambiente de Diadema. Seu vice é o militar reformado Sargento Borges.

Dr Airton(PMB)
Dr. Airton Costa tem planos para 2020 e revelou que será o candidato nas eleições do próximo ano pelo PMB, ele sabe das dificuldades que a cidade passa, e convive dia-a-dia no debate regional e local. Seu vice é Dr Adriano Soares, ambos advogados.

Dr Ricardo Yoshio (PSDB)
Médico Ticardo Yoshio está em seu terceiro mandato como vereador e diz que é a melhor opção entre o candidato governista e o PT. Ele ergue  a bandeira da saúde como prioridade  Ele tem como vice Roberto Santos que faz sua estreia em eleições.

Filippi (PT)
José Filippi (PT), governou Diadema por três gestões, entre 1993 e 1996, e entre 2001 e 2008. E foi  Secretário de Obras por dois mandatos. Ele diz que a população de Diadema sabe que nas seis gestões o PT mudou a cara da cidade em favor dos que mais precisam. O petista tem o apoio de mais 4 partidos, além do PT:  Solidariedade, PL, Avante e Patriota, e lançou como vice Patty Ferreira (PT).

Gesiel Duarte (Republicanos)
Geisiel ex-secretário de Gestão de Pessoas, da atual administração, ele quer ser prefeito para recuperar a economia de Diadema e gerar empregos.  Silas Vidigal é seu vice.

Jhonny Rich (PSL)
Estreante em eleições, tem o PMN em sua coligação. O PSL acredita que a renovação precisa acontecer para que o município volte a crescer sem os vícios da velha política e erros das administrações passadas. Concorre como vice a Professora Andrea Griffo.

Marcos Michels (PSB)
Marcos é primo do atual prefeito, Lauro Michels, que em seu segundo mandato, não pode tentar a reeleição. Marcos não aceitou apoiar Pretinho, o candidato do prefeito Lauro Michels e vai encabeçar chapa majoritária nas eleições deste ano. Ele já foi vereador da cidade por duas vezes, uma pelo PV e outra pelo atual partido. Seu Vice, Major Carota, um policial com mais de 20 anos de trabalho, participa pela primeira vez como candidato.

Professor Ivanci (PSTU)
Professor do ensino médio, Ivanci diz que os os Conselhos Populares são parte central de seu programa de governo; ele defende a taxação dos mais ricos e a estadualização da saúde. Seu vice é Edison Nesladek

Rafaela Boani (PSOL)
Com 21 anos, Rafaela Boani é a mais jovem entre os que disputam a Prefeitura. Esta é a segunda segunda vez que o Psol terá candidato ao Paço em Diadema. Rafaela se inspira em movimento estudantil de 2015, que ocupou colégios contra plano estadual, para conquistar espaço na política institucional.

Revelino Almeida – Pretinho (DEM)
Pretinho, como é conhecido Revelino, é vereador da cidade e tem o apoio  do atual prefeito de Diadema, Lauro Michels. Pretinho é o presidente da Câmara Municipal. Ele conta com mais 4 partidos na coligação com o DEM: Pode, Cidadania, PV e Pros. Sua candidata a Vice, a ex-deputada estadual Regina Gonçalves, é do PV.

Ronaldo Lacerda (PDT)
Lacerda foi o vereador mais votado da cidade e, recém chegado ao PDT, acredita em uma chapa pura para vencer as eleições. “Estou com o professor Fábio Jr (vice) para carimbar uma de nossas principais bandeiras – a Educação”.

Taka Yamauchi (PSD)
Yamamuchi foi Secretário de Obras em Ribeirão Pires e acredita que Diadema tem capacidade e estrutura, mas precisa do gestor certo para fazer funcionar. Ele disputou a eleição em 2016 e ficou na quarta colocação. Com a vice Maria do Socorro, Taka tem o apoio dos partidos PTB, Rede e MDB na sua coligação

Comente aqui