Data: 12/09/2021 17:02 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Diadema

Prefeitura de Diadema vacinou mais de 12 mil pessoas contra Covid-19

Ontem (11) foi realizado o Dia D de vacinação para adolescentes, grupos anteriores e que por algum motivo ainda não foram vacinados, segunda dose e terceira dose para idoso


Vacinação Covid-19
Vacinação Covid-19

Crédito: Dino Santos

A Prefeitura de Diadema ampliou o acesso da população aos imunizantes contra covid-19 e realizou, ontem sábado (11/09), mais um Dia D de Vacinação que garantiu a aplicação de 12.692 doses, sendo 1.379 primeiras doses (D1), 11.210 segundas doses (D2) e 103 terceiras doses (D3).

A ação realizada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) em 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e no Teatro Clara Nunes foi direcionada ao público elegível para receber vacina: primeira dose para pessoas a partir de 12 anos de idade, além dos demais contemplados nos grupos anteriores e que por algum motivo ainda não foram vacinados; segunda dose para quem recebeu a primeira dose em Diadema e está no prazo ou atrasada; e terceira dose para pessoas com 85 anos ou mais e que foram imunizados  há seis meses com a segunda dose de Coronavac.

Amigas há 30 anos, Marcela Figueroa e Cláudia Maria combinaram de tomar a segunda dose da AstraZeneca juntas. “Combinamos de tomar a primeira dose juntas e fizemos questão de repetir isso hoje para receber a segunda dose. Foi um momento muito aguardado por nós. Tem pessoas que por vários motivos não querem tomar a vacina, diria para essas pessoas não pensarem só nelas e tomar a vacina sim, para proteger a todos”, contou Cláudia.  

Marcela se emocionou ao lembrar que perdeu a mãe em janeiro para a covid-19. “Talvez, se ela tivesse tido a chance de tomar a vacina, estivesse viva ainda. É muito importante tomar a vacina e ficar protegida”.  

Família unida e vacinada - Moradores do Jardim Rosinha, Roberta Menezes Figueiredo, Célio Rodrigues e Pedro Henrique Menezes de Souza tiraram a manhã do sábado para garantir a vacina para a família toda. Os pais Roberta e Célio foram para receber a segunda dose enquanto o filho, de 13 anos, foi receber a primeira dose. “A maioria dos meus amigos já tomou e hoje sou eu. O lado bom de tomar a vacina é que logo vou poder voltar as aulas presenciais”, comemorou Pedro.  

O mesmo aconteceu com Mariana Machado e o filho Marcelo de Almeida Machado que foram logo cedo ao Teatro Clara Nunes para receber cada um a sua imunização. “Estava tenso, mas foi rápido e melhor do que esperava”, contou Marcelo. 

Mariana explicou que voltou para a segunda dose e trouxe o filho único de 12 anos para receber a primeira: “Graças a Deus e ao SUS que agora a família toda está vacinada. Perdemos familiares do meu marido para a covid-19, sabemos como é difícil, então receber a segunda dose hoje e ver meu filho sendo vacinado é uma alegria”. 

Já a moradora da Vila Conceição, Patrícia Felipe Santiago Silva veio acompanhada do marido para vacinar o filho Adriel Felipe Rodrigues Silva e trouxe também as irmãs gêmeas Laura e Luiza Ataíde Santos, que são suas vizinhas. “Foi rápido e agora dá para ir para a escola mais tranquila”, disse Luiza. 

“Nós viemos cedo para trazer os três para receber a primeira dose. Dá um alívio saber que agora estão todos vacinados”, falou Patrícia. 

Terceira dose - Desde quarta-feira (8), já está liberado em Diadema a realização da terceira dose para pessoas com 85 anos ou mais e que foram imunizados há seis meses com a segunda dose de Coronavac.

No Dia D mais de cem idosos garantiram a dose de reforço. Um deles foi o senhor Arnaldo Pereira da Silva que tomou a 3ª dose contra a covid-19 na UBS ABC e fez questão de registrar o momento em frente ao painel preparado pela unidade para conscientizar sobre a campanha Setembro Amarelo. Já a primeira D3 na UBS Maria Tereza foi feita hoje com a imunização da senhora Josefa Maria da Silva. 

Saiba mais em: http://www.diadema.sp.gov.br/saude/27037-setembro-amarelo-fomenta-debate-sobre-prevencao-ao-suicidio-em-diadema

Dose disponível - Durante a semana, a aplicação da dose está disponível nos postos de vacinação, das 8h30 às 16h. Já o Quarteirão da Saúde funciona em horário estendido, das 8h30 até 18h. 

A partir de segunda-feira (13), a vacinação nas UBSs ABC e Paineiras deixa de acontecer em postos volantes e retorna às UBSs.

Confira a lista com o endereço dos postos de vacinação aqui: http://www.diadema.sp.gov.br/secretaria-saude/26592-conheca-os-locais-de-vacinacao-para-covid-19.

Atualmente, Diadema está aplicando a primeira dose para jovens a partir de 12 anos de idade. Até o momento, foram aplicadas, na cidade, 498.794 vacinas contra a covid-19, sendo a primeira dose em 322.830 pessoas, a segunda dose em 165.607 pessoas, 118 terceiras doses e a dose única em 10.239 pessoas.

Documentos necessários - Para agilizar o atendimento, a Secretaria Municipal da Saúde orienta que o usuário faça o pré-cadastro no site http://www.vacinaja.sp.gov.br. No momento da vacinação, é necessário apresentar documento pessoal com foto (CNH ou RG), o Cadastro de Pessoa Física (CPF) - tanto a versão física, digital e/ou a declaração impressa do site da Receita Federal-, e o comprovante de endereço de Diadema no próprio nome (ou carteirinha de matrícula da UBS). Para segunda dose, além dos documentos pessoais é necessário levar o comprovante da primeira dose. 

É importante ressaltar que o indivíduo está protegido após 14 dias da segunda dose ou dose única. Quem não está totalmente imunizado ainda pode se contaminar e passar a covid-19 para outras pessoas. Por essa razão, os especialistas recomendam que o distanciamento social e todos os demais protocolos sanitários vigentes (fazer uso de máscara, higienização constante das mãos e evitar aglomerações) sejam mantidos, para reduzir as chances de transmissão, adoecimento e de hospitalizações/óbitos pela doença.


Comente aqui