Data: 14/09/2021 18:59 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Diadema

Prefeitura realiza Ciclo de Debates sobre Saúde Mental

Evento é voltado para os funcionários das secretarias de Cultura e Saúde e tem como objetivo ampliar redes de afeto e acolhimento dentro do Executivo Municipal


Crédito: Divulgação

Falar sobre saúde mental ainda é, para muitos, um assunto que não deve ser abordado dentro do ambiente de trabalho. Esta ideia, no entanto, caiu em desuso e falar sobre tema é, na visão de especialistas, um dos caminhos para a promoção de acolhimento.

Acolher, aliás, é justamente o que motivou a Prefeitura de Diadema, numa ação em conjunto das secretarias de Cultura e Saúde, a dar início a um ciclo de debates sobre o tema voltado para os funcionários de ambas as pastas.

O primeiro encontro acontece nesta quarta (15), das 9h às 12h, No Teatro Clara Nunes, e apresentará conhecimentos sobre o Sistema único de Saúde (SUS), e os Direitos Humanos e suas bases legais, além de abordar pontos sobre a relação da saúde mental com o uso de álcool e outras drogas. Haverá também vídeos com intervenções artísticas e debates com profissionais da psiquiatria - tudo, claro, com espaço para o diálogo com a plateia.

A união das duas secretarias não é por acaso. "Há inúmeros estudos que comprovam a influência positiva que as artes exercem sobre a saúde mental. Na pandemia isso ficou ainda mais claro e a cultura  foi fundamental pra não deixar que muitas pessoas caíssem em depressão, desordem mental ou tristeza profunda", avalia o secretário de Cultura Deivid Couto.

Couto ainda lembra que a secretaria tem realizado parcerias com o serviço de Saúde Mental da Prefeitura, além de proporcionar oficinas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)  e disponibilizar equipamentos da Cultura que possam abrigar atividades relacionadas ao tema.

Para a secretária de Saúde, Rejane Calixto, o evento evidencia uma das grandes premissas dessa gestão: o diálogo permanente entre todas as estruturas do Executivo, com o objetivo de melhorar a sua relação com a população. "A parceria entre as Secretarias de Saúde e de Cultura evidencia e reconhece que a política não se constrói em caixinhas, mas sim através de redes vivas e articuladas, que sustentam as diferenças e acolhem a diversidade cultural como um direito".

Comente aqui