Data: 27/07/2021 19:42 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Mauá

Mauá inicia vacinação a quem tem 26 anos

Imunização ocorre nas UBSs, no drive-thru do Ginásio Poliesportivo Celso Daniel e no Terminal Municipal


Crédito: Governo do Estado de São Paulo

Quem tem 26 anos e mora em Mauá já sabe quando poderá se imunizar contra a Covid. A partir desta quinta-feira (29/07), a Secretaria de Saúde passa a vacinar este grupo etário em 25 postos espalhados pela cidade. O público-alvo desta nova fase da campanha é de cerca de nove mil pessoas.

As doses serão aplicadas nas 23 UBSs (Unidades Básicas de Saúde), no drive-thru do Ginásio Poliesportivo Celso Daniel e no novo posto da campanha, o Terminal Municipal de Mauá, em horários diferenciados.

Nas UBSs, a vacinação será de segunda a sexta-feira, das 9h às 15h30 – exceto a Magini, cujo horário para imunização é até as 19h30. Flórida e Zaíra 2 atendem no mesmo horário, mas somente na quinta-feira, primeiro dia da imunização a esta nova faixa etária.

O drive-thru do Ginásio Poliesportivo Celso Daniel, com entrada pela Rua Vitorino Dell’Antonia, no estacionamento de funcionários da Prefeitura, também abre somente nesta quinta-feira, das 9h às 15h30. Pessoas com idade superior a 26 anos e que ainda não receberam a primeira dose também podem garantir a imunização.

A vacinação no Terminal Rodoviário Central será de segunda a sexta-feira, das 17h às 20h. A iniciativa busca aproveitar a circulação de trabalhadores e ampliar o número de vacinados.

O pré-cadastro no site Vacina Já (vacinaja.sp.gov.br) é obrigatório, pois agiliza o atendimento. Somente serão imunizados os moradores no município e que apresentem o comprovante de residência em nome do morador, do pai ou da mãe, ou em nome do marido ou da esposa (com cópia da certidão de casamento para comprovar). Todos devem apresentar CPF e documento com foto (CNH ou RG).

Munícipes com 18 anos ou mais podem se cadastrar para a xepa da vacina nas UBSs. Para participar é preciso morar em Mauá e apresentar comprovante de endereço no próprio nome, RG e documento com foto (CNH ou CPF) na unidade de saúde mais próxima da residência. Não se trata de agendamento, mas de inscrição para receber o imunizante quando houver sobra de doses. O usuário é avisado por telefone.

É possível ajudar a combater a fome na cidade ao se imunizar. Doe qualquer alimento da cesta básica para a campanha 'Mauá na luta contra a fome' no dia em que for tomar a vacina, seja na unidade de saúde ou no drive-thru. Não é obrigatório, mas ajudará muito a quem não tem o mínimo para colocar na mesa.

Comente aqui