Data: 11/10/2021 08:34 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Anfiteatro de Ribeirão Pires foi palco para espetáculo de ópera

Realizada neste sábado, apresentação baseada na Divina Comédia, de Dante Alighieri, recebeu mais de 150 pessoas


Espetáculo recebeu mais de 150 pessoas que vivenciaram gratuitamente a ópera baseada no texto de Dante Alighieri
Espetáculo recebeu mais de 150 pessoas que vivenciaram gratuitamente a ópera baseada no texto de Dante Alighieri

Crédito: PMETRP

O Anfiteatro Arquimedes Ribeiro, sediado na Escola Municipal de Artes de Ribeirão Pires (EMARP), promoveu neste sábado, dia 09, às 17h, o espetáculo de ópera Gianni Schicchi, baseado na Divina Comédia, de Dante Alighieri. A apresentação recepcionou mais de 150 pessoas, entre munícipes, turistas e autoridades, que puderam conferir gratuitamente a ópera que também celebrou os 700 anos da morte do poeta e escritor.

O espetáculo, que teve uma hora de duração, foi realizado pelo Consulado Geral da Itália em São Paulo, o Instituto Italiano di Cultura San Paolo, com apoio da Secretaria de Juventude, Esportes, Lazer, Cultura e Turismo (SEJEL) de Ribeirão Pires.

“Foi incrível, eu nunca tinha assistido uma ópera em toda a minha vida, e ter essa experiência na minha cidade foi melhor ainda”, declarou Ana Caroline Soares, munícipe que prestigiou o espetáculo. “Depois de todo esse tempo, merecemos arte em nossas vidas, mas sempre respeitando todos os protocolos de proteção contra a Covid-19”, finalizou.

Daniel Umbelino, professor da Escola de Música de Ribeirão Pires, que também se apresentou na ópera, detalha a importância da cidade promover um espetáculo voltado à ópera. “Eu li a Divina Comédia pela primeira vez aos 18 anos, justamente porque estava estudando a ópera Gianni Schicchi, e trazer esse espetáculo para Ribeirão Pires só reafirma que ópera é acessível e fácil de se compreender. O EMARP comporta várias produções de ópera que preparam os alunos para esse mundo” concluiu o tenor, formado pela Accademia Rossiniana de Pesaro, que já se apresentou nos Estados Unidos, Itália, Alemanha e Grécia.

Segundo o secretário da SEJEL, Claurício Bento, Ribeirão Pires está focado em retomar todas as atividades culturais e esportivas gratuitas na cidade. “Seguindo o plano de Governo do Prefeito Clóvis Volpi, e sabendo o quão importante são as nossas atividades, já demos início a vários de nossos cursos e eventos. E agora com esse espetáculo de ópera, que teve uma grande aceitação por parte dos visitantes, nós aumentamos o nosso leque de opções culturais na Estância, mas nosso trabalho não para por aqui, em breve iremos organizar novas atividades gratuitas à população”, concluiu.

Além de autoridades da Estância, o evento também recepcionou a Chanceler do Consulado Geral da Itália em São Paulo, Maura Montali.

Sobre a ópera: Gianni Schicchi é uma ópera cômica, de Giacomo Puccini, com libreto de Giovacchino Forzano, baseado no Canto XXX do Inferno da Divina Comédia, de Dante Alighieri. Na história, Buoso Donati morre e deixa em testamento toda sua fortuna para a igreja. A família, cobiçando a herança, chama Gianni Schicchi para se passar pelo morto e alterar o testamento. Todos estão cientes de que a pena para esse tipo de crime é o exílio de Florença e o corte da mão direita. Imitando o falecido, Schicchi dá um golpe em toda a família e deixa os bens mais preciosos para si mesmo.

Comente aqui