Data: 16/05/2022 14:46 / Autor: Redação / Fonte: PMETRP

Ribeirão Pires recebe mais de 10 mil peças de roupa para a Campanha Inverno Solidário 2022

A campanha Inverno Solidário vai até o dia 22 de setembro


Campanha Inverno Solidário 2022
Campanha Inverno Solidário 2022

Crédito: PMETRP

A Campanha Inverno Solidário 2022, promovida pelo Fundo Social de Ribeirão Pires, começou oficialmente nesta segunda-feira (16), com o recebimento de, aproximadamente, 10 mil peças de roupas oriundas de doação efetuada pela Organização Nacional, Ambiental, Socioeconômica, Cultural, Esportivo e Educacional (ONASCEE). As doações foram efetuadas durante o evento Mega Power Encontro de Carros, realizado neste domingo (15), no Centro Hípico Amarelinho.

"É a terceira oportunidade que temos de contribuir com o Fundo Social de Solidariedade da Estância. Entendemos que a realização de eventos na cidade traz certos incômodos e, por conta disso, a contrapartida social é de fundamental importância", explicou William Cesar Gonçalves, presidente da ONASCEE.

A campanha Inverno Solidário incentiva a doação de cobertores novos para ajudar a população em situação de vulnerabilidade a enfrentar os períodos de frio, mas também aceita a doação de roupas e sapatos em bom estado. A campanha Inverno Solidário vai até o dia 22 de setembro. Empresas e moradores podem fazer parte da corrente solidária.

A entidade ainda não recebeu as caixas que estarão disponíveis em pontos estratégicos da cidade para a arrecadação dos cobertores. Por enquanto, as doações podem ser entregues na sede do Fundo Social de Solidariedade (Avenida Francisco Monteiro, 2.940 – Santa Luzia); de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30.

Atualmente, o Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Pires distribui para associações de moradores dos bairros, igrejas e instituições sociais. “Estamos estudando a implantação de um varal solidário, em que será possível a pessoa em situação de vulnerabilidade retirar a peça que desejar”, explicou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade da Estância, Lígia Volpi.

Comente aqui