Data: 15/06/2020 16:03 / Autor: Redação / Fonte: Fundação CASA

Centro da Fundação CASA de Santo André II realiza Olimpíada

Jogos promovidos pelo centro socioeducativo foram inspirados no evento original cancelado pela pandemia


Crédito: Depositphotos

Para os jovens que cumprem medida socioeducativa no centro da Fundação CASA de Santo André II, localizado no ABC paulista, os jogos Olímpicos de 2020 estão a todo o vapor, apesar do evento oficial, que seria realizado na cidade de Tóquio, no Japão, ter sido adiado para o ano de 2021 por conta da pandemia de coronavírus.

A competição, realizada dentro da Fundação CASA, conta com a participação de apenas sete nações: Afeganistão, África do Sul, Alemanha, Brasil, Jamaica, Reino Unido e Rússia.

A cada semana do mês de junho, as modalidades vão sendo realizadas e elas não abraçam somente os esportes como basquete, tênis de quadra, badmington, futsal, circuito de exercícios e corrida de resistência ou atividades como arremesso de bexigas d’agua, tênis de mesa ou cabo de guerra.

Para vencer na Olímpiada, as equipes ganham pontos, por exemplo, na criatividade para a elaborar as bandeiras de cada país, nos conhecimentos de Matemática, na habilidade com os controles do videogame XBOX, nos jogos de damas, dominó e xadrez, nas embaixadinhas e, porque não, na sorte de preencher uma cartela de bingo.

As Olimpíadas do CASA Santo André II devem ocorrer até o final deste mês.

Como explica o coordenador pedagógico do CASA Santo André, Luiz César Madureira, a ideia é que as atividades incentivassem os jovens e também gerassem uma rotina para o centro. “Por conta da pandemia, muitas atividades tiveram de ser adaptadas, então, realizar a Olimpíada incluindo modalidades e provas diferentes foi a forma que encontramos para preencher as lacunas”, concluiu.

Comente aqui