Data: 05/08/2021 16:57 / Autor: Paloma Alvarez Alonso / Fonte: Semasa

Moradores de Santo André poderão descartar gesso na Estação de Coleta Antonina

Resíduo será encaminhado à empresa parceira para destinação e reaproveitamento ambientalmente correto


Crédito: Divulgação/ Multiplus

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) começa a receber nesta sexta-feira (6/8), na Estação de Coleta Antonina, resíduos de gesso descartados pela população andreense. Cada morador poderá levar até 1m³ de gesso, ou o equivalente a dez sacos de lixo de 100 litros.

A iniciativa vai funcionar em caráter experimental por 30 dias, mas a expectativa da autarquia é que até o final do ano seja celebrado um convênio com empresas interessadas para expandir a recepção deste tipo de resíduo para, pelo menos, mais dois ecopontos – totalizando três espaços na cidade aptos a receber o descarte deste tipo de produto. O período piloto visa testar a adesão dos moradores e a viabilidade de implantação da coleta.

O superintendente do Semasa, Gilvan Junior, destaca que a iniciativa é fundamental para o meio ambiente, já que o gesso pode contaminar o solo e água – quando descartado incorretamente. “Este é mais um passo importante para a gestão de resíduos sólidos da nossa cidade, e que ocorre com o importante apoio da iniciativa privada, pois ao viabilizar o recebimento deste material nas nossas Estações de Coleta estamos contribuindo para a redução do descarte irregular de lixo nas ruas”, completa.

Neste primeiro momento, a parceria ocorre com a Multiplus, recicladora de gesso e responsável pela destinação e logística reversa destes materiais. Tanto a disponibilização da caçamba própria, quanto à retirada, transporte e reciclagem do resíduo será de responsabilidade da empresa. A empresa faz o processamento do material que pode servir a três nichos de mercado, como matéria prima para empresas cimenteiras, utilização em fertilizantes agrícolas ou mesmo no processo de fabricação do próprio gesso.

O diretor de resíduos sólidos do Semasa, Edinilson Ferreira dos Santos explica que a cidade ainda não tinha uma alternativa para recepção e destinação adequada deste material, pois a reciclagem em grande escala do gesso só passou a ocorrer recentemente por empresas especializadas.  “O Aterro Sanitário não pode recepcionar este tipo de produto, por isso procuramos uma empresa que pudesse dar a destinação ambiental correta para este resíduo, cumprindo mais uma etapa da Política Nacional de Resíduos Sólidos. É uma conquista para a cidade e para a própria população”, diz.

Além de munícipes, poderão descartar até 1m³ de gesso os pequenos profissionais do ramo (gesseiros), que atuam em Santo André. O volume é o mesmo já permitido para outros materiais aceitos nas Estações de Coleta. Para realizar a destinação no ecoponto, o gesso deverá estar livre de outros materiais, como cimento ou azulejos. O ecoponto fica na avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima, 945, na esquina com a rua Alemão, no Jardim Santo Antônio.

Futuramente, o Semasa estuda ainda o atendimento a grandes geradores. Neste momento, caso haja interesse em grandes geradores realizarem a destinação junto à autarquia, é necessário que o interessado envie uma mensagem pelo Fale Conosco, disponível no site www.semasa.sp.gov.br.

Comente aqui