Data: 11/06/2021 19:22 / Autor: Redação / Fonte: Prefeitura de Santo André

Rhodia, empresa do Parque Tecnológico de Santo André, lança novo fio têxtil renovável

Unidade industrial localizada na cidade investiu cerca de R$ 20 milhões na nova tecnologia sustentável


Crédito: Divulgação / Rhodia

Inovando em novas tecnologias, a Rhodia, empresa do Grupo Solvay, localizada em Santo André, lançou mundialmente nesta semana o Bio Amni, primeiro fio têxtil de poliamida parcialmente de fonte renovável desenvolvido na América Latina. Trata-se de uma nova poliamida 5.6 produzida na unidade industrial da empresa.

O desenvolvimento desta tecnologia segue a tendência global da crescente demanda e movimentação de mercado por mais produtos têxteis sustentáveis. Para a criação do novo produto, as equipes de pesquisa e inovação da Rhodia trabalharam em um projeto que consumiu dois anos e investimentos da ordem de R$ 20 milhões.

"Assim como as empresas aqui instaladas, a Prefeitura também tem total preocupação com as causas do meio ambiente e sustentabilidade. A Rhodia engrandece ainda mais este nosso trabalho de termos uma cidade mais sustentável, inteligente e próspera", comentou o prefeito Paulo Serra.

O setor têxtil tem três principais desafios em relação ao meio ambiente e à sustentabilidade: os recursos, o processo produtivo e o descarte. A Rhodia já conta com alternativas sustentáveis no processo produtivo, com o uso de fontes de energia mais limpas, circuitos fechados e zero emissão de efluentes para o meio ambiente em sua unidade industrial de Santo André.

"A sustentabilidade é um dos principais drivers do mercado têxtil global, demandando soluções e produtos que agreguem valor a toda a cadeia de consumo - desde sua base até o consumidor final dos artigos têxteis - e ao mesmo tempo reduzam o impacto no meio ambiente. A Rhodia está fazendo uma evolução importante de portfólio para oferecer aos clientes o que tem de mais inovador atualmente no mercado", explicou Antônio Leite, vice-presidente global de Fenol e Derivados, Solventes Oxigenados, Poliamida e Fibras do Grupo Solvay.

A partir do lançamento de Bio Amni as fibras têxteis sustentáveis e/ou biodegradáveis da Rhodia chegam a 30% do portfólio. A expectativa da companhia é atingir 50% em um horizonte de três anos.

"Alinhado com as demandas e desafios do Mapa da Economia Paulista e seus setores estratégicos, o Parque Tecnológico de Santo André segue trabalhando firme para fomentar a inovação e as novas tecnologias nas empresas do ABC. Este lançamento deixa muito claro o impacto positivo da pesquisa, desenvolvimento e novas tecnologias na indústria têxtil mundial", definiu o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato.

Comente aqui