Data: 15/09/2021 18:28 / Autor: Redação / Fonte: SEMASA

Vereadores de Santo André vistoriam obras de ampliação do Aterro Sanitário Municipal

Equipamento ganhará 40 mil m² de área, o que garante ao local uma vida útil de mais cerca de cinco anos


Crédito: Divulgação / Semasa

As obras de ampliação do Aterro Sanitário Municipal de Santo André continuam sendo realizadas para que o equipamento possa ganhar mais 40 mil m² de área de operação. Durante esta quarta-feira (15), vereadores de Santo André e o superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) vistoriaram as intervenções, que vão garantir ao aterro mais cerca de cinco anos de vida útil.

“Atualmente, a nossa frente de lixo, que é o local onde aterramos os resíduos, deve se esgotar em outubro. É fundamental mostrar esta realidade para que possamos sensibilizar mais pessoas para a importância da prática da coleta seletiva, fazendo com que resíduos secos deixem de ser aterrados junto aos resíduos orgânicos”, explica o superintendente do Semasa, Gilvan Junior, que acompanhou a vistoria ao lado do presidente da Câmara, Pedrinho Botaro, e dos vereadores Ricardo Zóio, Bahia do Lava-Rápido e Pedro Awada (também presidente da Comissão de Saúde, Saneamento Básico, Ecologia e Meio Ambiente da câmara.)

Além das obras de ampliação, o grupo visitou a Central de Triagem, espaço que abriga as duas cooperativas de reciclagem da cidade – CoopCicla e Cidade Limpa –, que empregam aproximadamente de 120 pessoas.

Diariamente, o Semasa recolhe e leva para o aterro cerca de 650 toneladas de resíduos úmidos e 30 toneladas de materiais recicláveis para as cooperativas. Gerenciado pela autarquia, o equipamento possui nota 9,4 dada pela Cetesb, tornando-se um dos aterros públicos mais bem avaliados do Estado. Santo André é a única cidade do ABC a possuir e operar um aterro municipal.

Comente aqui