Data: 20/03/2020 08:59 / Autor: Daniel Macário / Fonte: Secom/PMSBC

CORONAVÍRUS: Morando anuncia restrição de acesso à Prainha do Riacho Grande

Prefeito alinha plano para o transporte de funcionários da Saúde, anuncia fechamento de parques, suspende consultas médicas eletivas para conter o avanço da pandemia entre outras ações


prefeito Orlando Morando em reunião com diretores das redes particulares de hospitais
prefeito Orlando Morando em reunião com diretores das redes particulares de hospitais

Crédito: Gabriel Inamine/PMSBC

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, anunciou, nesta quinta-feira (19/03), restrição de acesso de moradores à Prainha do Riacho Grande por tempo indeterminado. A medida, que integra pacote de ações para combater o contágio e a transmissão do novo coronavírus (COVID-19), visa evitar a aglomeração de pessoas em um dos principais pontos turísticos da cidade. Localizado às margens da Via Anchieta, o local chega a receber cerca de 5.000 pessoas aos fins de semana.

Conforme determinação da Prefeitura, a operação valerá a partir deste sábado (21/03). Durante a restrição de acesso ao local, equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) farão rondas ostensivas em toda área da Prainha para evitar a entrada de moradores. Haverá ainda recomendação aos comerciantes do local para que não abram o estabelecimento durante este período. Da mesma forma, a Prefeitura fechará os parques Estoril e das Bicicletas.

 “A prioridade absoluta da nossa Administração é a proteção de vidas. Para isso, precisamos agir no combate a aglomerações de pessoas, evitando, assim, a disseminação do novo coronavírus”, destacou o chefe do Executivo.

TRANSPORTE
Dando sequência às ações já anunciadas pela Administração municipal, a prefeito Orlando Morando se reuniu na tarde desta quinta-feira com diretores e representantes de hospitais públicos e privados de São Bernardo. O encontro teve como objetivo alinhar como será realizado o transporte de funcionários que trabalham nesses equipamentos a partir do dia 29 de março, quando linhas municipais de ônibus terão o serviço interrompido. A medida atende decisão conjunta entre os sete prefeitos do Grande ABC via Consórcio Intermunicipal do Grande ABC que foi ratificada durante videoconferência com representantes do Governo do Estado.

Na reunião, foi acordado que os representantes das unidades de Saúde encaminharão à equipe da Prefeitura, até o início da próxima semana, a relação com nome de todos os funcionários que dependem de transporte público e o respectivo endereço dos profissionais.

Com as informações em mãos, a Prefeitura criará itinerários de ônibus para fazer o transporte dos trabalhadores, assim como a instalação de pontos de embarque que, obrigatoriamente, obedecerão ao limite máximo de 1 quilômetro de distância da residência dos profissionais. Os coletivos municipais, que terão identificação visual diferenciada, atenderão todos os funcionários, incluindo colaboradores de empresas terceirizadas das mais variadas funções que atuam nos hospitais públicos e privados de São Bernardo.

 “Utilizaremos a frota de ônibus da concessionária da cidade para realizar este serviço. Será uma espécie de serviço fretado. Teremos pontos de embarque espalhados por toda cidade, com base nos dados informados pelos hospitais, para levar os trabalhadores aos seus postos de trabalho, independente do horário. O mesmo será feito no retorno a suas residências. Contaremos ainda com apoio da GCM nos pontos de embarque para garantir a segurança desses profissionais”, explicou o chefe do Executivo.

NOVAS MEDIDAS
Ainda dentro do novo pacote de medidas de combate ao coronavírus, a Prefeitura de São Bernardo suspenderá, a partir de segunda-feira (23/03), todas as consultas eletivas nas Policlínicas (Centro e Alvarenga), nas 34 UBSs da cidade e no Hospital de Clínicas (HC). Os serviços de equoterapia e atendimentos no Centro Especializado em Reabilitação. Os programas e atendimento às gestantes serão mantidos.

Com isso, profissionais que atenderiam as consultas eletivas serão deslocados para auxiliar no combate ao coronavírus. Haverá ainda criação de sala de situação para concentrar as informações sobre COVID – 19 na Secretaria da Saúde.

ECONOMIA
A Secretaria de Finanças anunciou que, a partir de segunda-feira (23/03), ficarão suspensos os protestos de todos os débitos de moradores e empresas junto ao município.

Já a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo suspenderá a partir da próxima semana as visitas monitoradas do Programa de Turismo Industrial, assim como, os atendimentos da Sala do Empreendedor e as aulas do Empresa São Bernardo.

Vista Aérea da Prainha de São Bernardo
Vista Aérea da Prainha de São Bernardo

Crédito: Gabriel Inamine/PMSBC

Comente aqui