Data: 17/06/2020 17:46 / Autor: Kati Dias / Fonte: PMSBC

São Bernardo firma parceria com a plataforma digital VOJO

Moradores impactados pelo desemprego provocado pela pandemia do coronavírus terão apoio da empresa VOJO, que seleciona os candidatos de acordo com seu perfil comportamental


Parceria com a plataforma digital VOJO
Prefeitura de São Bernardo firma parceria com plataforma digital para alavancar a geração de trabalho e renda
Prefeitura de São Bernardo firma parceria com plataforma digital para alavancar a geração de trabalho e renda

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

Com o objetivo de diminuir a curva de desemprego na cidade e contribuir com a reconstrução econômica do município, a Prefeitura de São Bernardo firmou parceria com a plataforma digital VOJO. O anúncio foi feito na tarde desta quarta-feira (17/06) pelo prefeito Orlando Morando.

Trata-se de uma plataforma on-line, na qual os moradores em busca de colocação ou que desejam gerar renda poderão se inscrever em processos de seleção de forma gratuita. Todo processo é feito por meio do site e não há necessidade de envio de currículo. O foco do VOJO é a população que busca oportunidades para funções operacionais, seja um trabalho ou uma atividade econômica autônoma.

“Estamos vivendo um mau momento de nossa economia. E o pior ainda não veio. Ainda vivemos a fase da transmissão do coronavírus e estamos profundamente impactados e entristecidos pelas mortes. Na prática, ainda não entendemos qual será o tamanho do estrago na Economia após a pandemia. Ainda não há cura, tampouco vacina, mas não podemos deixar essas questões para depois. O Poder Público precisa fazer a sua parte para auxiliar as pessoas que perderam seus trabalhos nessa crise. Por essa razão, firmamos parceria com o VOJO. Ela é muito mais do que uma agência virtual de empregos, mas uma plataforma inovadora que une o trabalhador ao trabalho”, explicou o prefeito Orlando Morando. 

COMO FUNCIONA
A pessoa acessa o site https://sbc.vojo.com.br/, escolhe a vaga que tem interesse e realiza um teste de nivelamento. Trata-se de uma parte do processo seletivo que avalia as potencialidades do candidato. O resultado mostra se o perfil se encaixa à vaga desejada. Caso o candidato precise desenvolver mais alguma habilidade, a plataforma o direciona para a área de aprimoramento, na qual terá acesso a trilhas de conhecimento. Ao finalizá-las, ele poderá refazer o teste.

A plataforma foi desenvolvida pela Mind Lab, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias educacionais inovadoras, sem custos para os cofres públicos. “Por meio da nossa parceria com a Prefeitura de São Bernardo, acreditamos que funcionaremos como uma ponte facilitadora para ajudar os cidadãos e as empresas do município a suprirem suas necessidades em um mundo pós-pandemia: o cidadão ao encontrar uma oportunidade geradora de renda e a empresa ao trazer pessoas mais adequadas às suas demandas. Tudo isso de forma ágil e totalmente digital”, destacou o diretor executivo do VOJO, Ivan Pereira.

NOVO CTR
A nova Central de Trabalho e Renda (CTR), inaugurada nesta quarta-feira (17/06), na Rua Padre Lustrosa, nº 48, Centro, contará com um espaço para atendimento aos munícipes que se inscreverem no VOJO. Além de ter um totem para cadastro, haverá um colaborador para tirar as dúvidas dos usuários.

Além do chefe do Executivo e do diretor da VOJO, o anúncio da parceria contou com a presença dos secretários Sílvia Donnini (Cidadania), Thais Santiago (Comunicação), Valter Moura Júnior (Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo), Celso Ricardo da Silva (Educação) e Carlos Romero (Assistência Social).

Moradores impactados pelo desemprego provocado pela pandemia do coronavírus terão apoio da empresa VOJO, ferramenta de capacitação e recrutamento on-line, que seleciona os candidatos de acordo com seu perfil comportamental
Moradores impactados pelo desemprego provocado pela pandemia do coronavírus terão apoio da empresa VOJO, ferramenta de capacitação e recrutamento on-line, que seleciona os candidatos de acordo com seu perfil comportamental

Crédito: Omar Matsumoto/PMSBC

Comente aqui