Data: 15/09/2021 16:35 / Autor: Daniel Macário / Fonte: Secom/PMSBC

São Bernardo realiza operação de limpeza do Piscinão do Paço

Preparação para o período das fortes chuvas de verão visa retirada de 3.000 metros cúbicos de sedimentos e assoreamento do reservatório


Preparação para o período das fortes chuvas de verão visa retirada de 3.000 metros cúbicos de sedimentos e assoreamento do reservatório
Preparação para o período das fortes chuvas de verão visa retirada de 3.000 metros cúbicos de sedimentos e assoreamento do reservatório

Crédito: Gabriel Inamine/PMSBC

A Prefeitura de São Bernardo iniciou nesta semana o trabalho de limpeza e manutenção do Piscinão do Paço. A previsão é a de que nos próximos dois meses pelo menos 3.000 metros cúbicos de sedimentos como areia, lixo e capinados sejam retirados do reservatório. A projeção foi dada pelo prefeito Orlando Morando, na companhia do vice-prefeito e secretário de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, durante vistoria realizada no piscinão.

Considerado o maior projeto de drenagem urbana do País, o Piscinão do Paço é atualmente um dos principais instrumentos de prevenção e combate às enchentes de São Bernardo, com capacidade para armazenar 220 milhões de litros de água. Para chegar ao piscinão, a água captada durantes dias de chuva é conduzida por um túnel de 950 metros de extensão, 6 metros de diâmetro e 18 metros de profundidade, saindo da Alameda Glória até o Paço Municipal.

Ao todo, serão investidos R$ 303 mil no trabalho de limpeza e manutenção do Piscinão do Paço. O objetivo é que os serviços preparem o reservatório para o período das fortes chuvas de verão, cuja maior incidência historicamente ocorre a partir de dezembro.

“A manutenção do piscinão tem que ocorrer regularmente de forma preventiva. E é justamente isso que estamos fazendo aqui. Nossas equipes farão, nas próximas semanas, a remoção de todo sedimento presente no reservatório, assim como a manutenção das bombas, para que, até outubro e novembro, o piscinão esteja 100% preparado para os temporais de verão”, destacou Morando.

TRABALHO PREVENTIVO – Em São Bernardo, a Secretaria de Serviços Urbanos é responsável pela limpeza urbana, manutenção e desassoreamento das sete estações elevatórias da cidade, entre outras atribuições. Essas equipes promovem regularmente a retirada de detritos das margens e da extensão das estações elevatórias e cortam o mato que cresce nas beiras, para que não haja interrupções no fluxo da água da chuva e seja evitada a proliferação de doenças.

A microdrenagem manual e mecanizada tem o objetivo ainda de desobstruir galerias, ramais, poços de visita e bocas de lobo para garantir o pleno funcionamento do sistema de drenagem da cidade. Os serviços promovidos nestes equipamentos têm reduzido significativamente os impactos das fortes chuvas, permitindo assim o controle e a prevenção de inundações em todo o território do município.

O sistema de combate às enchentes de responsabilidade da Prefeitura de São Bernardo é composto por sete elevatórias: Vila Vivaldi, Vila Helena, Rio Claro, Nelson Patrizzi, Jacquey, Nacional/Ipiranga e o Piscinão do Paço.

Comente aqui