Data: 07/12/2021 17:06 / Autor: Gisele Lopes / Fonte: PMSCS

São Caetano capacita equipe da Leroy Merlin para emergências

A capacitação foi realizada na sede da loja, no Bairro Fundação.


Prefeitura de São Caetano capacita equipe da Leroy Merlin para emergências, durante SIPAT
Prefeitura de São Caetano capacita equipe da Leroy Merlin para emergências, durante SIPAT

Crédito: Letícia Teixeira / PMSCS

A equipe do SOS Cidadão 156 da Secretaria de Saúde de São Caetano do Sul realizou nesta segunda-feira (6/12) um treinamento de emergências para 31 funcionários durante a Sipat (Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) da empresa Leroy Merlin. 

A capacitação envolve aula teórica e prática. “A equipe conseguiu entender o trabalho da regulação em relação aos chamados recebidos pelo 156 e parada cardiorrespiratória em adultos com avaliação e manobras de RCP (Ressuscitação Cardiopulmonar)”, explicou a coordenadora do SOS Cidadão 156, Alessandra Masiukewycz.

“Nossos funcionários estão aptos a identificar uma parada cardíaca, para onde ligar e o que informar ao atendente da emergência. Aprenderam a fazer compressão torácica, a RCP (Ressuscitação Cardiopulmonar) de forma simples e lúdica. Somando a equipe que foi capacitada ontem e os 20 brigadistas que também já haviam recebido treinamento, temos 40% de nossos colaboradores aptos a identificar e realizar RCP”, destacou Johney Monte, Gerente de Relacionamento.

 SOS Cidadão 156

É um serviço municipal de excelência, especializado em atendimento pré-hospitalar de urgência e emergência na cidade. O serviço funciona 24 horas por dia, com equipes de profissionais capacitados.

O socorro é prestado após chamada feita para o telefone 0800 7000 156. A equipe de atendentes identifica a emergência, colhe dados do endereço e referências do local. Imediatamente, transferem o telefonema para o médico regulador. Ao falar com o médico, o solicitante explica a necessidade do socorro. O médico classifica de acordo com a gravidade do caso.

Casos em que haja necessidade de avaliação médica, porém, sem risco de morte e/ou perda de funções serão classificados em verde. Portanto, são casos de urgência de prioridade baixa. E podem ser socorridos em até 3 horas.

Casos com potencial de agravo serão classificados como amarelo e devem ser atendidos em até 1 hora. Apresentam casos de urgência moderada quando há a necessidade de atendimento médico, porém, não de imediato.

E, casos de extrema urgência são classificados em vermelho e devem ser atendidos em até 10 minutos. Entre os casos de prioridade absoluta, destacam-se: paradas cardíacas e respiratórias,  queda acidental e atropelamentos, acidentes e traumas com vítimas, choque elétrico, afogamentos, trabalho de parto , entre outros.

Comente aqui