Data: 18/01/2022 16:38 / Autor: Redação / Fonte: AD São Caetano

São Caetano contrata novo reforço e mantém elenco para o Campeonato Paulista

Ferreira é o novo xerife da zaga do Azulão; Damasceno, peça importante no ano passado, segue no clube


Torcida do Azulão
Torcida do Azulão

Crédito: Reprodução/Facebook Comando Azul

Com trinta e sete anos de vida e uma carreira cheia de conquistas e muita experiência, Ferreira é um jogador que chega para colaborar muito com o treinador Max Sandro na busca pelo acesso do clube a elite do futebol paulista.

Com participações tanto na série A2 como na A1, o zagueiro já cativou os outros jogadores e vê na participação do time no Paulistão, que se inicia na próxima semana, uma grande oportunidade para cravar mais um acesso em sua carreira.

“A Série A2 é muito difícil, pois a concorrência é pesada. Precisa ter um time cascudo para essa competição e estou sentindo exatamente isso por aqui. Jogadores comprometidos e uma diretoria focada em proporcionar as melhores condições possíveis. Temos agora é que seguir trabalhando para entrar em campo e colocar tudo em prática”, declarou.

No ano passado quando defendia a equipe do Taubaté, ele jogou ao lado do atacante Josué, único atleta do grupo que ele atuou antes em outras equipes, mas a grande maioria dos jogadores ele já conhece bem por confrontos ao longo dos anos.

O carioca Ferreira tem em sua carreira passagens importantes em equipes como o Guarani, Figueirense e Mirassol, além de uma experiência internacional no futebol da Letônia, Rússia e Cazaquistão.

Quem segue na equipe é o atacante Damasceno, homem de confiança do treinador, que espera um bom Paulista.

Jogador importante na campanha da Copa Paulista no ano passado, o atacante Damasceno segue no Azulão e com muita esperança em buscar o acesso ao lado de todo o elenco.

O jogador que atuou com o treinador Max Sandro também na equipe do Audax, antes de ambos chegarem ao Azulão, hoje está totalmente acostumado a cidade de São Caetano do Sul.

“Estou muito feliz em jogar no Azulão, a cidade é maravilhosa, tudo é muito perto e tenho bastante segurança em viver aqui. Dentro de campo a expectativa é muito boa, pois temos uma excelente estrutura e um grupo que com certeza vai lutar muito pelo acesso”, declarou.

Damasceno tem vinte e cinco anos e contrato com o São Caetano até o final da temporada 2022.

Comente aqui