Data: 04/03/2021 11:29 / Autor: Bignardi Junior / Fonte: PMSCS

Tite Campanella participa de aula inaugural do Tiro de Guerra 02-069

A cerimônia foi simbólica, já que os atiradores iniciaram a instrução em 1º de março e irão até 30 de novembro


Tite Campanella participa de aula inaugural do Tiro de Guerra 02-069, em São Caetano
Tite Campanella participa de aula inaugural do Tiro de Guerra 02-069, em São Caetano

Crédito: Eric Romero / PMSCS

O prefeito de São Caetano do Sul, Tite Campanella, participou da aula inaugural do Tiro de Guerra 02-069, na manhã desta quinta-feira (4/3). O chefe do Executivo acompanhou o chefe de Instrução, subtenente Eliano Leão de Oliveira, e 50 dos 100 atiradores do TG - efetivo para não haver aglomeração por conta da pandemia de coronavírus.

A cerimônia foi simbólica, já que os atiradores iniciaram a instrução em 1º de março e irão até 30 de novembro. O prefeito fez questão de falar aos atiradores e lembrou detalhes de quando o TG foi inaugurado na cidade.

“A história do Tiro de Guerra se agrega à história de São Caetano do Sul, já que o TG foi inaugurado em 1951, apenas 3 anos após a autonomia político-administrativa da cidade, que até então era um distrito da vizinha Santo André. E meu pai, Anacleto Campanella, fez parte desse movimento à época”, relembrou Tite.

Também diretor do Tiro de Guerra, o chefe do Executivo sulsancaetanense também aconselhou os jovens atiradores. “Como pai, sei que o mais importante é que vocês se tornem homens de valores, princípios estes que com certeza receberam de seus pais e avós. Desejo a todos os 100 atiradores desta turma que consigam realizar seus sonhos pessoal e profissionalmente”, finalizou.

TIRO DE GUERRA

O Tiro de Guerra de São Caetano do Sul forma reservistas para reforçar as fileiras de reserva do Exército Brasileiro. Durante sua formação, o jovem atirador recebe treinamento militar, desenvolve atributos como liderança, camaradagem e espírito de corpo, além de ser incentivado e orientado a desenvolver e participar de atividades voltadas também para o desenvolvimento de competências e postura de voluntariado.

O atirador acredita no desenvolvimento do jovem dentro da sociedade como elemento com participação ativa e positiva, formador de opinião e atuante no fortalecimento de valores como civismo e cidadania no seio da sociedade.

Crédito: Eric Romero / PMSCS

Comente aqui